Espaço em homenagem a Zé Peixe é inaugurado

ze peixe estatuaFoi inaugurado nesta terça-feira, 19, o Espaço Zé Peixe, localizado no antigo prédio do terminal hidroviário de Aracaju. O ambiente é mais uma opção de turismo e cultura para a população, e homenageia José Martins Ribeiro Nunes, o Zé Peixe (1927-2012). O local revive a história do ícone sergipano através de fotos, objetos, e estátua do homenageado.

Familiares do homenageado prestigiaram a celebração organizada pelo governo de Sergipe, discursaram e agradeceram o empreendimento criado em memória do familiar. Emocionada, a irmã de Zé Peixe, Rita Peixe de 78 anos, descreveu seus sentimentos. “É muita felicidade ver essa obra, mas tristeza por ele não estar aqui vendo isso. Sinto agradecida e sei que ele merecia esse memorial, pois representa muito a história dele”.

Rita Peixe se emocionou com homenagens ao irmão, Zé Peixe

A celebração do novo espaço também contou com a presença do Governador Jackson Barreto, que em discurso, caracterizou o espaço como um marco para o memorial de Sergipe. “Aqui não se fez apenas uma obra, vai além, é um espaço de memória para que as futuras gerações se lembrem e conheçam quem foi o Zé Peixe. E não teria lugar melhor senão de frente para o Rio Sergipe, que fez parte da sua vida, luta e história”, disse.

A secretária Marta Leão, da Secretaria de Estado da Mulher, da Inclusão e Assistência Social, do Trabalho e dos Direitos Humanos (SEIDH), citou em discurso que “o ambiente foi criado para todas as classes, e terá preços acessíveis”. Segundo ela, a iniciativa vai fomentar o turismo no centro comercial de Aracaju.

O Espaço Zé Peixe possui dois pavimentos que contemplam: loja de artesanato sergipano, mirante para o Rio Sergipe, cafeteria, restaurante, um ponto Banese, loja de doces caseiros da terra, espaço reservado para o Memorial Zé Peixe e sua trajetória de vida, além de exposição de painéis do artista plástico Elias Santos. O espaço atende também aos critérios de acessibilidade com banheiros, rampas e elevador para portadores de deficiência.

História de Zé Peixe

José Martins Ribeiro Nunes, o Zé Peixe, filho de Vectúria Martins, uma professora de matemática e de Nicanor Nunes Ribeiro, um funcionário público, nasceu no dia 05 de janeiro de 1927, em Aracaju e faleceu no dia 26 de abril de 2012. Foi criado em uma casa em frente ao Rio Sergipe, na atual Avenida Ivo do Prado, próximo a Capitania dos Portos e que pertenceu aos seus avós, onde viveu até sua morte. Aos 11 anos de idade já era um excelente nadador. Certo dia, o comandante da marinha, conhecido como Aldo Sá Brito de Souza estava desembarcado na Capitania dos Portos e sua âncora havia enganchado no fundo do rio, e ao observar a destreza do garoto José Martins, o apelidou de "Zé Peixe", apelido que se firmou.

Em 1947, seu pai o levou ao serviço da Marinha, onde mediante concurso foi admitido como Prático do Estado lotado na Capitania dos Portos de Sergipe, profissão que exerceu por mais de meio século. A barra do rio Sergipe era uma das piores entradas portuárias do país e Zé Peixe com sua dedicação e conhecimento detalhado da profundidade das águas, das correntezas e da direção do vento sempre se destacou no serviço de praticagem. Essa profissão lhe deu fama nacionalmente, sendo destaque na imprensa pelo trabalho desenvolvido.

 

Fonte: Infonet

 

 

 

logo
Rua Dom Bosco, 96 - Cirurgia 
Aracaju-SE - CEP: 49.055-340
Whatsapp:  79 99932-1656
Email: contato@gazetahoje.com