Robson não descarta união com João Alves

joãoApesar de a longa amizade entre o prefeito de Aracaju, João Alves Filho (DEM), e o seu vice, José Carlos (PSDB), continuar sólida, e a dupla estar se entendendo bem na administração municipal, setores isolados da imprensa continuam especulando a possibilidade de uma aliança entre o DEM e o PMDB, visando às eleições de 2016. O deputado estadual Robson Viana (PMDB), que tem sempre seu nome lembrado dada a proximidade com o governador Jackson Barreto (PMDB), recorreu ao lugar comum, ao ser provocado sobre o assunto: “Em política tudo pode acontecer. Inclusive nada”.

“Pode acontecer de a gente ser vice de João Alves, de a gente ter uma candidatura própria do PMDB… Isso depende de muita conversa. Quem tiver melhor, e pela liderança do nosso governador, vamos decidir. É uma discussão que, depois do Rasgadinho do próximo ano, vai afunilar, e a gente vai tomar uma decisão de quem será o candidato do nosso grupo”, disse Robson Viana.

O deputado observou que houve eleição no país há poucos meses, mas o eleitor sergipano demonstra ter a política no sangue e já especula sobre o próximo pleito. “E a gente não pode fugir disso. Eu tive um convívio muito bom com o prefeito de Aracaju, estou aqui nesta Casa (Assembleia), mas já me coloquei à disposição dele. É um amigo. Um parceiro. Acho que tem que ter a sintonia entre a Prefeitura de Aracaju e o Governo do Estado. Agora, a discussão da eleição para a Prefeitura de Aracaju a gente vai deixar mais para perto”, disse.

Insistindo ser muito precoce discutir neste momento o pleito do ano que vem, Robson entende que existem assuntos importantes que precisam estar em pauta – não apenas no tocante a Sergipe, mas também na esfera nacional. “Próximo ano terá vários candidatos se colocando à disposição para eleição de 2016. É só a gente também ter responsabilidade, porque a gente sabe que faz parte de um agrupamento político, e quem vai levar essa discussão mais a frente é nosso líder maior, nosso governador Jackson Barreto”.

Segurança Pública

Sobre o principal tema discutido na Assembleia Legislativa, a falta de segurança pública, Robson Viana lembrou que o atual titular da pasta, o ex-deputado Mendonça Prado, assumiu a função de secretário de Segurança Pública há menos de dois meses, e não teria como resolver 100% dos problemas de uma área tão complexa em tão pouco tempo. “É uma pasta muito difícil, com muita cobrança – o que é normal. É preciso que a gente tenha paciência porque é um grande quadro, e a gente pode perder ele, porque às vezes a gente quer fazer política em cima de ações devidas. A gente sabe a dificuldade que a segurança pública passa nesse momento. É preciso ajudar o secretário”, disse.

Robson Viana avalia que a oposição está no seu papel, ao fazer cobranças ao governador Jackson Barreto. Mas precisa cobrar com responsabilidade. “Eu participei da campanha de Jackson. Faço parte desse projeto. Tenho certeza que o povo sergipano cobra dele uma segurança de qualidade. Se tem sugestões, diga. Tenho certeza que Mendonça é uma pessoa aberta, já viajou vários municípios do estado. É preciso dialogar”, disse.

Fonte Universo Político

logo
Rua Dom Bosco, 96 - Cirurgia 
Aracaju-SE - CEP: 49.055-340
Whatsapp:  79 99932-1656
Email: contato@gazetahoje.com