Cláudio Botafogo Messias-OnLine-14-09-2018-sexta-feira

NINGUÉM RESPEITA À JUSTIÇA NO BRASIL

Só pobres, pretos e putas temem a Justiça no Brasil, me diz um amigo e explica: os políticos não estão nem ai para as decisões judiciais, porque têm muito dinheiro e podem comprar a liberdade com caros advogados. Enquanto os pobres entram na porrada e sõ punidos por qualquer besteira. Os integrantes da quadrilha de Lula continuam soltos e a serviço do poderoso chefão. Para eles não existe lei, mas sim a vontade do guru, que desafia a todos e tudo, para se manter no poder.

Nós temos o Lula, que está preso, mas continua muito vivo e solto na campanha eleitoral, sendo usado pelo PT, para convencer o povo que ele é o melhor para o país.

Em todos os Estados Lula se faz presente, pedindo votos para seus candidatos. É a campanha mais barata que o PT já fez e como sempre às custas dos pobres, porque Lula nos custa mais de dez mil, diariamente, e este dinheiro não sai do que ele roubou, segundo as investigações da Lava Jato.

É o ladrão mais bem cuidado do mundo e parece que todos têm medo dele, porque é como se não estivesse atrás das grades. A desobediência à justiça feita por ele e seus companheiro é assustadora. Como podemos respeitar decisões judiciais, se aquele que desejar governar o país, não reconhece o judiciário e mantém a sua tese mentirosa de que é inocente?

Querem a todo custo nos levarem para uma “venezuelização”, com apoio de uma massa falida, que vive, porcamente às custas do Estado, com a tal da Bolsa Família, que viciou a grande maioria, que perdeu a vergonha e prefere migalhas do que ganhar a vida com o suor do trabalho.

O chavismo empobreceu a Venezuela e colocou o povo na miséria. Os generais, que não estão no poder constitucional no comando do país, mantêm o louco do Nicolás Maduro na presidência, porque é importante à sua presença, para que os generais fiquem bilionários, dirigindo empresas importantes, enquanto os compatriotas avançam cada vez mais para o abismo da miserabilidade.

Se alguém roubar o seu celular, você vai à Delegacia e quer o bandido preso e o bem devolvido. Lula e sua quadrilha roubaram milhões do país, e os idiotas querem ele livre, porque tem o rouba, mas faz. Os parceiros do megabandido usam a massa, para a pressão e querem que o judiciário livre o chefão. Mas nenhum deles pede que o grande capo e seus principais asseclas devolvam o que roubaram da população. É realmente um fenômeno o que aconteceu neste Brasil, onde roubar e fazer, viraram sinônimo de capacidade e qualidade principal de alguns políticos.

SUKITA

O Tribunal Regional Eleitoral (TRE) concluiu o julgamento dos recursos interpostos pela defesa do ex-prefeito Manoel Messias Sukita, de Capela, e determinou o imediato cumprimento da pena aplicada ao ex-prefeito, condenado a 13 anos e nove meses de prisão por crime de corrupção eleitoral. Como consequência, os autos serão devolvidos ao juízo eleitoral de Capela com a determinação pelo cumprimento desta sentença, o que implicará a imediata prisão do ex-prefeito.

EMBARGOS

O  TRE julgou os embargos de declaração interpostos por Sukita e seus ex-assessores Ana Carla Santana Santos, Lucivância Leite Melo, Maria Aparecida Nunes, Arnaldo Santos Neto e José Edivaldo dos Santos. O desembargador Diógenes Barreto, relator dos respectivos processos, já havia apresentado voto pela manutenção da pena, mas o julgamento foi interrompido em decorrência do pedido de vista formalizado pelo juiz José Dantas.

DIVERGENTE

O  juiz José Dantas apresentou voto divergente considerando a tese da defesa, entendendo que as pessoas relatadas no processo judicial como beneficiárias dos supostos atos ilícitos que teriam sido praticados por Sukita não teriam sido identificadas como eleitores. Requisito indispensável para condenação de réus em se tratando de crimes eleitorais, conforme justificou o magistrado durante a sessão plenária do TRE.

VENCIDO

O voto de José Dantas foi vencido e, por maioria, o TRE declarou Sukita culpado, mantendo a pena de prisão aplicada pelo juiz eleitoral de Capela, onde o processo judicial teve origem. Apesar da decisão não ser definitiva, por ainda caber recurso junto ao Tribunal Superior Eleitoral, os membros do Tribunal Regional Eleitoral entendem que o ex-prefeito já pode ser preso.

VIAJANDO

O ex-prefeito Sukita informou que estava fora do Estado de Sergipe, mas assim que soube do resultado do julgamento, providenciou o retorno imediato e seguirá para Capela para aguardar a notificação judicial. “Vou ver meus filhos, minha família, meus amigos e aguardar o pior”, reagiu o ex-prefeito. “Os juízes entenderam assim e eu vou me colocar à disposição para cumprir o que foi determinado pela justiça”, complementou.

INJUSTIÇA

Sukita se declara injustiçado. Ele garante que não cometeu o crime que lhe foi imputado. “Eu estou sendo condenado por ter feito uma assistência social”, ressaltou. Sukita diz que utilizou os recursos públicos, na época que foi prefeito de Capela, para ajudar uma família pobre a providenciar uma cirurgia para corrigir um defeito congênito no pé de uma criança, que reside na cidade. Sem ter praticado crime eleitoral, segundo o ex-prefeito.

DESPEJO

O prédio onde funciona a secretaria de estado da saúde corre sérios riscos. Por falta de estrutura? Não, Por falta de reforma? Também não. Após ser comunicado de que os proprietários do prédio onde funciona a sede da secretaria de saúde teriam entrado com uma ação de despejo, por conta do atraso de três meses de aluguel na época, o Governador Belivaldo Chagas disse em entrevista que iria buscar meios judicias para tentar diminuir o valor cobrado mensalmente pelo aluguel do prédio que chega a R$ 150.000.

ACERTO

Quem mora de aluguel sabe que, quando se aluga uma casa ou um salão para morar ou fizer “o que quiser”, sabe que o valor que irá pagar pelo imóvel é acertado na hora da negociação e que isso dificilmente muda.

CINCO MESES

O Portal Soudesergipe teve acesso a informações de que até a presente data, já são cinco meses, totalizando R$750.000 em dividas, onde o governo do estado não paga o aluguel do prédio em que funciona a secretária de saúde. Um erro grave, pois o estado pode a qualquer momento ficar sem um ponto fixo para que funcione o “coração da saúde” de Sergipe.

SEM CONCORRER

O Partido Social Liberal, diretório regional em Sergipe, continua inabilitado para participar eleições de 2018 e registrar candidaturas para os cargos de governador, senador, deputado federal e deputado estadual.

DECISÃO

A decisão foi tomada, após o partido ingressar com embargos de declaração contra o acórdão do TRE-SE que inabilitou o partido pelo descumprimento da exigência legal de reservar cota mínima de vaga por sexo de 30%. O PSL ainda não se manifestou após a decisão do TER-SE.claudio

logo
Rua Dom Bosco, 96 - Cirurgia 
Aracaju-SE - CEP: 49.055-340
Telefones: 79 3214-5421 / 3044-0783
Email: contato@gazetahoje.com