Cláudio “Botafogo” Messias – 13 de maio

claudio ELE SABE

 

O advogado César Brito debateu com os deputados a reforma política. César é uma das cabeças pensantes de Sergipe e uma pena que a reforma virá para beneficiar os caciques, principalmente os endinheirados. Algumas propostas, se aprovadas, vão acabar com as chances de verdadeiros líderes sociais conseguirem um mandato eletivo.

 

DESISTIU?

 

Um importante e endinheirado empresário do ramo da construção civil estava com interesse no comando de Barra dos Coqueiros, mas pelo visto acha melhor construir do que quebrar a cabeça com pobre que só pensa em levar vantagem com os políticos. Acostumado a ter tudo com sacrifício e com seriedade, ele não quer perder o juízo com vereadores gananciosos e eleitores sabidões.

 

ERON RIBEIRO

 

O competente e inteligente radialista Eron Ribeiro não desistiu do sonho de ser parlamentar em sua adorável Nossa Senhora do Socorro, mas tem os pés no chão e sabe não ter grana para enfrentar uma campanha contra tubarões. Sem esquemas e nem um grupo forte para apoiá-lo, Eron prefere esperar a oportunidade. Se chegar, maravilhoso. Se não acontecer, foi Deus quem quis assim.

 

POBRES

 

Avalia o deputado estadual Georgeo Passos, PTC, que a reforma política não pode privilegiar aqueles que detêm o poder econômico, porque a democracia se faz com a participação de todos. “É preciso tornar o sistema mais inclusivo, para que a população se aproxime das discussões e passem a reconhecer na classe política sua representatividade”, concluiu o parlamentar.

 

 

IRRESPONSÁVEIS

 

Ninguém quer assumir a responsabilidade pela ponte que caiu no povoado Pedra Branca, em Laranjeiras, por onde passava a adutora que abastece 70% da população de Aracaju e mais Socorro, Barra dos Coqueiros e parte de São Cristóvão. Depois dos blá-blás, só falta às autoridades mandarem os sergipanos para a ponte que caiu. Deso, Denit e Petrobras tiram o da reta e no final do inquérito administrativo, vão culpar os cavalos que passavam pela ponte, caíram e morreram. Afinal, o povo é besta e acredita em tudo.

 

 

LIVRE

 

A ponte que caiu em Pedra Branca não podia ser usada por veículos e pedestres, mas Denit, Petrobras, Deso e Governo do Estado nunca se preocuparam em colocar placas de aviso, proibindo a passagem e até mesmo, o que seria o certo, construir um muro, para impedir o uso por pessoas e animais. Agora, vão colocar umas tábuas ou pedaços de telhas, para que as pessoas não utilizem a passagem.

 

 

EXCEDENTES

 

Políticos de oposição exigem que o governador Jackson Barreto de Lima, PMDB, convoque mais aprovados no último concurso da Polícia Militar, argumentando que o atual efetivo é insuficiente para combater a criminalidade crescente na capital e dezenas de municípios do interior.

 

JUNTOS

 

Políticos e mineiro não são solidários com ninguém depois de eleitos. Dizem até que nem no câncer eles se unem, mas as águas rolam e quando passam embaixo da ponte, de repente, eles sentem à mesma mesa. Foi o caso recente, quando os prefeitos de Barra dos Coqueiros, Airton Martins, PMDB; de Socorro, Fábio Henrique, PDT; Aracaju, João Alves Filho, DEM; e de São Cristóvão, Rivanda Farias, discutiram com o vice-governador Belivaldo Chagas, PSB, uma saída de emergência, para redução do impacto na diminuição do abastecimento de água, depois que a ponte no povoado Pedra Branca, em Laranjeiras, caiu, rompendo as adutoras que abastecem a maior parte da Grande Aracaju. Até que fim, juntos, mas todos estão salvos e podem se molhar todos os dias.

 

 

PONTE CAIU

 

Só agora a turma do CREA descobre que existia uma ponte com 80 anos no povoado Pedra Branca, em Laranjeiras, por onde passavam duas adutoras do São Francisco. O CREA foi vistoriar. E se pergunta: quantas vezes o CREA se preocupou com as condições de uso da ponte, nos últimos 30 anos? Foi preciso acontecer o acidente, para o CREA apareça. É isso ai. O povo que vá para a ponte que caiu.

 

CADÊ OS CAMINHÕES?

 

Um eleitor atento lembrava que chegou a vez do ex-deputado estadual Gilmar Carvalho e o prefeito de Socorro, Fábio Henrique, PDT, distribuírem água para as populações dos municípios atingidos pelo desabastecimento da Deso. Este atento eleitor lembra que os dois, quando queriam mamar nas tetas do povo público, embolsar, legalmente, o dinheiro do povo, faziam campanha e mandavam caminhões pipas para os bairros que sofriam com o descaso da Deso. Agora, eles até se escondem do povo, arrematou o eleitor.

 

 

ANIVERSÁRIO

 

O ex-deputado estadual, ex-deputado federal e ex-governador do Amapá, José Gilton Garcia, nunca foi tão requisitado por jornalistas, para falar sobre os 80 anos da OAB (Ordem dos Advogados do Brasil). Gilton, que salvo engano, tem o número de inscrição da Ordem (seccional Sergipe), 360, hoje administrada Augusto Monteiro, foi duas vezes presidente da OAB, e seu pai Garcia, foi do Conselho da OAB, que funciona desde 1935. Portanto, uma tradição de família em nome do direito e justiça para os sergipanos.

 CULPADO

Arísio Resende, presidente do CREA, diz que há 20 anos que se não faz um reparo e nem manutenção na ponte do povoado Pedra Branca. O CREA diz que não foi uma fatalidade, mas sim falta de manutenção e uma vigilância maior, para que a ponte continuasse sustentando a carga. A ponte foi construída pelo Denit, mas o Estado há mais de 20 anos que usa a passagem para as adutoras que abastecem Aracaju, São Cristóvão, Socorro e Barra dos Coqueiros. Portanto, cabe ao Estado a manutenção da ponte. Denit e Estado. Agora, sim, começam a aparecer os responsáveis e que o povo mande todos, nas próximas eleições, para a ponte que caiu. E a Petrobras, depois da roubalheira patrocinada pela companheirada de Lula e Dilma, ainda tem dinheiro para os pobres? A Petrobras usava a ponte para levar água para a  Fafen

 

QUEM DEVE?

 

Quem deve pagar o tratamento para recuperação das vítimas do desabamento da ponte de Pedra Branca: Estado ou Denit? Das quatro vítimas do desabamento da ponte sobre o rio Cotinguiba no Povoado Pedra Branca, município de Laranjeiras, no último sábado, 9, três continuam internadas no Hospital de Urgência de Sergipe (Huse). Uma delas, Juracir da Silva Santos, 63 passará por uma cirurgia de fêmur. Adeilson Santos, 25 esteve internado na Área Vermelha e foi transferido para a Ala Verde. Erivaldo Magno, 44 também esteve na Ala Verde Trauma. Everton Conceição Bezerra, 16 recebeu alta após o atendimento. As vítimas do desabamento foram socorridas por equipes do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu), do Corpo de Bombeiros e da Petrobras. Os quatro homens atravessavam a ponte levando cerca de 40 cavalos, quando aconteceu o acidente. Quase a metade dos animais morreu afogados no rio Cotinguiba e foram enterrados neste domingo, 10, em um terreno ao lado. Outros deverão ser sacrificados devido a complicações. Quem vai pagar o prejuízo com os cavalos?

 

 

 

 

logo
Rua Dom Bosco, 96 - Cirurgia 
Aracaju-SE - CEP: 49.055-340
Telefones: 79 3214-5421 / 3044-0783
Email: contato@gazetahoje.com