Grito dos Excluídos de 2019 promete luta por direitos e justiça

Cerceamento da liberdade, retirada de direitos conquistados, aumento do desemprego, volta da fome e violência contra os menos favorecidos são alguns dos problemas que estarão dentro do tema escolhido para o 25º Grito dos Excluídos, durante o desfile cívico de 7 de setembro. “Vida em primeiro lugar” e o lema “Este sistema não vale – “Lutamos por justiça, direitos e liberdade” serão as bandeiras do tradicional protesto na avenida Barão de Maruim, no centro de Aracaju, onde ocorre o desfile.

A programação foi divulgada pelo Arcebispo de Aracaju, Dom João José Costa, em entrevista na manhã desta quinta-feira, 5, na Cúria Metropolitana de Aracaju. Dom João destacou que “o Grito tem como objetivo denunciar todas as formas de exclusão e violência contra a vida humana” e foi referendado pelas falas dos representantes das pastorais sócias e entidades parceiras.

A programação começa com concentração na Praça Fausto Cardoso, em Aracaju, às 8 horas, com oficinas de cartazes; 8h30 ocorre o ato celebrativo com o Arcebispo Dom João Costa e às 9h30 a saída da caminhada para a Avenida Barão de Maruim para esperar o término do desfile cívico.

Com informações da Arquidiocese de Aracajuexcluidos 05 09

logo
Rua Dom Bosco, 96 - Cirurgia 
Aracaju-SE - CEP: 49.055-340
Telefones: 79 3214-5421 / 3044-0783
Email: contato@gazetahoje.com