Cláudio Botafogo Messias -10-05-2019-sexta-feira/Por Rubens Barroso

A VIOLENCIA URBANA

                A violência urbana é um dos problemas mais generalizados no Brasil. Praticamente todas as grandes capitais do país lidam diariamente com suas conseqüências, resultando em fatalidades de milhares inocentes e enérgicas operações policiais todos os dias. Essa situação, infelizmente já tão corriqueira, faz com que os cidadãos brasileiros tenham se acostumado com um cenário de constante violência no seu dia a dia, sem muitas perspectivas de solução.

Entre os aspectos que mais atingem a vida dos cidadãos brasileiros está a violência urbana. Definida como uma série de práticas prejudiciais que inclui assaltos, agressões e homicídios em cidades, tal ocorrência afeta diretamente o cotidiano dos indivíduos que vivem no Brasil e se sentem inseguros ao precisarem sair de casa. Esse tipo de incidente se propaga, sobretudo, por conta da desigualdade social, que incentiva a criminalidade, e do enfrentamento equivocado do Estado por meio de métodos pouco eficazes, que podem piorar a situação.

Primeiramente, é preciso explicitar que o fenômeno de Êxodo rural, que ocorreu no fim do século XX, contribuiu para uma maior concentração da população no ambiente urbano. No entanto, a infra-estruturar das cidades não acompanhou tal inchaço e, por conseqüência, não produziu progressos suficientes que garantissem o acesso de todos a empregos, saúde, educação e etc. Dessa forma, houve marginalização dos grupos mais pobres nos bairros mais periféricos, que por serem mais precários também possuem moradias mais baratas e pouco contempladas pelo alcance da segurança pública. Esses bairros se tornaram focos de uma violência que amedronta a população das cidades como um todo e, por vezes, são esconderijo de grupos criminosos. Isso demonstra uma forte desigualdade social como impulsionadora da violência urbana.

Muito se estuda, muito se comenta, projetos são criados para que possam achar uma maneira de amenizar ou combater a violência,mas a violência começa quando aqueles que são pagos pelo cofres públicos para criar soluções ou elaborar leis que possam punir os que praticam atos violentos, são os primeiros a criarem ferramentas para a violência. porque a violência, nada mais é do que a falta de estrutura para ensino, situação de desemprego, tudo isso leva cidadão de bem a margem da sociedade, uma sociedade manchada pela corrupção, pelo descaso com o patrimônio publico.

O Brasil atravessa uma situação extremamente agravante, primeiro: precisa ir na origem sobre as drogas, não são só os viciados, mas quem  vende, quem repassa, de onde vem. mas a droga não está só no meio da rua, ou becos e periferia, ela está também em meios que nós não temos a mínima noção. O pais está tão contaminado que tudo está adjetivado como "droga" Assim caminha a humanidade feitos zumbis, sem personalidade, sem rumo e sem futuro.

OS MOSQUISTOS ESTÃO VOLTANDO

O sinal de alerta foi ligado, as autoridades de sergipe estão em alerta com aparição do mosquito Aeds Aegypti, com dados de todos de 12 cidades sergipanas que apresntaram altos indices de infestação do mosquito sendo classificado de alto risco de surto ou epitemia das três doencas que os voadores transmitem.

ROUBO EM POSTO DE GASOLINA

Alguns anos atras criaram uma frase que dizia:" leve vantagem em tudo, certo?" pois é mesmo com muito tempo que surgiu está frase ainda tem muita gente utilizando da desonestidade para levar vantagem, é o caso do posto de combustivel Veneza localizado na avenida Maranhão, segundo denuncias, o posto está ficando com 3 centavos de cada abastecimento de GNV, um taxista que não quis se identificar falou que solicitou o abastecimento no valor de 10 reais, e o frentista só abasteceu 97 reias ficando com 3 centavos. Isso é Roubo, que a policia faça uma investigação neste posto.

TEM GENTE QUE NÃO QUER "DINDIN"

A menos de dois meses para o fim do prazo, cerca de 2,34 milhões de trabalhadores que recebem até dois salários mínimos não sacaram o abono salarial ano-base de 2017. O prazo para a retirada acaba em 28 de junho. Quem não tiver feito o saque perderá o direito ao benefício.

Segundo a Secretaria Especial de Previdência e Trabalho do Ministério da Economia, o montante ainda não sacado soma R$ 1,53 bilhão. Os trabalhadores que não retiraram o benefício equivalem a 9,49% do total.

A maior parte dos benefícios não sacados está na Região Nordeste, onde 642.074 trabalhadores ainda não retiraram o abono. No entanto, o estado com o maior volume de esquecimentos é o Rio Grande do Sul, com 584,1 mil benefícios não retirados.

VOOS PRA SALVADOR EM JULHO

A Azul Linhas Aéreas confirmou nesta quinta-feira, 9 de maio, para o Governo de Sergipe que à partir do mês de Julho pretende implementar dois novos vôos em Sergipe. Seria um vôo diário, ida e volta, para Salvador e outro também diário para Campinas.

A decisão foi passada pelo Governo do Estado e é fruto do trabalho de negociação e incentivos do governo do estado junto a companhia aérea, desde que houveram os cancelamentos dos voos da Avianca que prejudicou todo país, incluindo Sergipe.

Desde o início de maio a Gol Linhas Aéreas disponibilizou um voo direto de Brasilia para Aracaju, as segundas, quartas e sextas, também proveniente de uma negociação similar.

O Governo de Sergipe informa que vai continuar negociando com as companhias aéreas para ampliar ainda mais o leque de vôos.

TIMES DA LIBERDADORES

Os times brasileiros na Liberdadores se deram bem, pelos menos muitos foram classificados o melhor de toso foi o Cruzeiro, pelos menos na sua colocação, Palmeiras também, já o Flamengo conseguiu a façanha de perde pelo menos uns 8 gols só no primeiro tempo. O jogo ficou em branco no 0 X0, mas saiu classificado, para a elegria da nação rubro Negra.claudio1

logo
Rua Dom Bosco, 96 - Cirurgia 
Aracaju-SE - CEP: 49.055-340
Telefones: 79 3214-5421 / 3044-0783
Email: contato@gazetahoje.com