Timão na semifinal da Sul-Americana

sulEsqueça o Corinthians de pouca qualidade que foi a campo no empate sem gols contra o Fluminense, na Arena Corinthians, e no 1 a 1 diante do lanterna Avaí, pelo Brasileirão, no domingo passado.

No empate por 1 a 1 contra mesmo Fluminense, na noite de quinta, no Maracanã, em partida que definiu a classificação do Corinthians para as semifinais da Copa Sul-Americana, um time com outra postura esteve em campo, merecendo a vaga e orgulhando o seu torcedor.

Diante de um leve Fluminense, num jogo lá e cá, o Corinthians conseguiu manter sua força defensiva e exibiu enorme intensidade de jogo, com variações de jogadas pelos dois lados do campo. Ao todo, foram 16 finalizações a favor do Timão contra dez dos donos da casa nos 90 minutos.

Embora o primeiro tempo tenha terminado sem gols, foram do Corinthians as melhores chances. Primeiro, Pedrinho deixou Love na cara do gol, e o atacante exigiu linda defesa de Muriel. Depois, em saída errado do goleiro, Mateus Vital ficou de frente para o gol, mas em outra ótima intervenção.

A sensação após 45 minutos já era de otimismo. Logo no início do segundo tempo, o gol de Pedrinho deu um prêmio a quem criava mais perigo. Após jogada pela esquerda, com Danilo Avelar e Clayson, o meia-atacante concluiu para o fundo do gol.

No tudo ou nado, o Fluminense ficou mais ofensivo com Wellington Nem e João Pedro, obrigando o Corinthians a se fechar cada vez mais. Saíram Clayson e Pedrinho, entraram Matheus Jesus e Ramiro. Em contra-ataque, o segundo gol quase saiu de novo com Love, que parou em Muriel.

O polêmico gol de Pablo Dyego, confirmado pelo VAR após cinco minutos de análise por suposto impedimento, jogou tempero numa classificação que já parecia definida. Sem válvula de escape, o Timão foi se segurando, mas com poucos sustos. Tanto que Jesus, até marcou mais um, mas invalidado por impedimento.

Até o primeiro jogo da semifinal, contra o Independiente del Valle, dia 18 de setembro, em Itaquera, o Timão tem três compromissos pelo Brasileirão: recebe Atlético-MG, domingo, e Ceará, dia 7 de setembro, e volta a visitar o Fluminense no dia 15.

A cinco pontos do líder Flamengo, o Corinthians também não quer deixar essa diferença aumentar, já que a ideia é se manter no bloco de cima pelo máximo de tempo possível.

Nos próximos dias, porém, o vento que bate na janela de transferências pode fazer estragos. Gabriel deve embarcar para a Arábia Saudita nesta sexta-feira. Já Mateus Vital aguarda uma proposta da Roma, da Itália. Pedrinho, Gustagol e Ramiro também receberam sondagens recentes.

A três jogos de um título inédito de Sul-Americana, o Corinthians renova a confiança de seu torcedor em campo, mas traz apreensão com a reta final do mercado de transferências.

Fonte: Por Marcelo Braga — São Paulo

 

logo
Rua Dom Bosco, 96 - Cirurgia 
Aracaju-SE - CEP: 49.055-340
Telefones: 79 3214-5421 / 3044-0783
Email: contato@gazetahoje.com