Taxa de ocupação hoteleira de 80%

carnaApesar de o Município ter decidido pelo impedimento da realização de eventos carnavalescos como medida de enfrentamento ao coronavírus, a capital sergipana registra taxa de ocupação na rede hoteleira em torno de 80% para o Carnaval, conforme dados da Associação Brasileira da Indústria Hoteleira (ABIH-SE), os quais resultam do trabalho conjunto da Prefeitura de Aracaju, governo estadual e trade turístico.

“A Prefeitura tem destinado investimentos jamais vistos para divulgação da cidade e realizado importantes parcerias com a ABIH-SE e o Governo do Estado. Todos esses investimentos e esforços conjuntos obviamente exercem influência para a chegada de turistas na capital e é exatamente isso que estamos presenciando neste momento na cidade, a chegada de muitos turistas”, destaca o secretário da Indústria, Comércio e Turismo de Aracaju, Jorge Fraga.

De acordo com a ABIH-SE, a taxa de ocupação para o período de Carnaval – deste sábado, 26, à terça-feira, dia 1º de março – pode superar os 90% devido a reservas de última hora.

Sobre essa movimentação específica de turistas na cidade, Jorge Fraga destaca que Aracaju não é uma cidade com tradição carnavalesca, pois, ressalta o secretário, “seu forte é a tranquilidade”. “É isso que o turista que quer sossego procura e encontra em Aracaju, um destino com opções de atividades ao ar livre, sol, praia, parques, cultura diversificada e atrativos diferenciados”.

Foi em busca dessa tranquilidade e de novas experiências turísticas que o brasiliense Humberto Bomfim desembarcou em Aracaju. “Já gostei muito de Carnaval, mas hoje em dia quero mesmo é sossego e coisas novas para conhecer. Cheguei ontem e já visitei aqueles bonecos gigantes [Largo da Gente Sergipana], vim conhecer os mercados e fazer umas compras. Estou gostando muito da cidade; muito limpa, o trânsito organizado, muito sinalizado, Aracaju está de parabéns, cidade tranquila e bonita”, elogiou.

Aquecimento da economia

E essa tranquilidade movimenta e aquece a economia. O comerciante José Rubens dos Santos é permissionário de um boxe no mercado Maria Virgínia Leite Franco há 13 anos e afirma que “sem folia nas ruas, os turistas procuram outros atrativos na cidade”.

“Pra gente isso [a tranquilidade] é muito bom porque eles [os turistas] certamente chegam aqui no mercado e compram nossos produtos e levam para suas cidades para presentear amigos, parentes e isso ajuda a divulgar os nossos produtos. Quem sabe essa pessoa que recebeu minha castanha lá em São Paulo no outro mês não está aqui comprando em minha banca, né?”, pergunta o comerciante com indisfarçável alegria.

A nutricionista carioca Juliana Ferreira faz sua primeira visita à capital sergipana e foi justamente as singularidades da cidade que a encantaram. “Nossa, estou gostando muito, era exatamente o que eu queria, uma cidade tranquila, longe da folia e com esses produtos regionais. Adorei tudo, vir para Aracaju foi uma decisão acertada”, afirmou.

Mesmo sentimento teve o paulista Jairo Temotéo de Oliveira, que visitou Aracaju em setembro de 2021 para passar apenas sete dias e gostou tanto da cidade que decidiu comprar um imóvel para fixar residência com a família. “Não foi só a questão da tranquilidade que agradou a mim e minha família, aqui tem bastante praia, bastante lugar pra visitar e até o final do ano venho pra cá pra morar de vez”, decidiu.

Segurança sanitária

Um Carnaval longe de folia e com segurança sanitária foi o que procurou o agente marítimo do Rio de Janeiro, Lucas Sousa dos Santos, na segunda visita que faz à capital sergipana.

“Já tinha vindo a Aracaju, em 2018, gostei da tranquilidade da cidade naquele primeiro contato e agora mais ainda. Por conta da variante ômicron, queria estar afastado das aglomerações do Carnaval, mas em um lugar para passar bons momentos e como já tinha esse conhecimento da cidade não pensei duas vezes e aqui estou”, frisou.

Para Jorge Fraga, além da tranquilidade, Aracaju é uma cidade referência em limpeza, paisagismo, acolhimento e atrativos. Tem uma culinária com deliciosos pratos, praia e sol durante todo o ano, uma cidade plana, organizada, com a brisa mar refrescando ruas e avenidas, espaços para prática de esportes ao ar livre, parques, belíssimas orlas e um povo muito hospitaleiro, como pontua o gestor.

“Quem chegar em nossa cidade terá cerca de 22 km de belas praias ligadas pelas orlas da Atalaia, Sul e Pôr do Sol com passeios náuticos pelo rio Vaza-Barris. Também terá a opção de visitar nossos mercados centrais; conhecer nosso Centro Histórico; a Colina do Santo Antônio; a orla do Bairro Industrial; nossos bares e restaurantes na Orla da Atalaia; o Largo da Gente Sergipana e a Passarela do Caranguejo, onde o visitante vai saborear bons pratos à base de frutos do mar e nosso famoso caranguejo. São experiências fantásticas que valem a pena viver no nosso carnaval da tranquilidade”, destaca Jorge Fraga.

Assessoria

 

 

logo
Rua Dom Bosco, 96 - Cirurgia 
Aracaju-SE - CEP: 49.055-340
Whatsapp:  79 99932-1656
Email: contato@gazetahoje.com