Profissionais sofrem por estresse

medico estressadoCuidados com a saúde mental devem encarados como prioridade

Em tempos de quarentena devido a pandemia do novo coronavírus, a saúde mental da população que está em isolamento social tem sido ponto de preocupação entre os médicos e psicólogos. No entanto, pouco se fala sobre o estresse e depressão dos profissionais de saúde, que estão na linha de frente no combate à doença.

 Estes trabalhadores convivem diariamente com o crescimento no número de casos e os riscos iminentes de contaminação pelo novo vírus, o que aumenta ainda mais o estresse. Desta forma, é necessário um cuidado redobrado com a saúde mental.

 “Para os trabalhadores da saúde, o estresse e a pressão de lidar com o ofício, acrescido do risco de adoecer, vem provocando danos à saúde mental, gerando graves problemas como ansiedade e depressão”, explica a coordenadora do curso de Enfermagem da UNINASSAU – Centro Universitário Mauricio de Nassau Aracaju, Silvia Roberta Santana Santos. “A OMS orienta que esses profissionais sejam apoiados psicologicamente”, complementa.

 A enfermeira atenta que é necessário haver o descanso entre os turnos de trabalho e, principalmente, uma boa alimentação. “Caso o serviço provoque necessidade de trabalhar mais horas, devido à crise, é importante realizar mais pausas durante o período de plantão e manter a atenção com alimentos, tendo sempre uma dieta saudável com pausas para alimentação. Atividades físicas também são importantes quando o profissional não estiver em ofício. Além disso, manter contato com familiares e amigos por meio de redes sociais também ajuda muito”, aconselha a professora.

 Por outro lado, a enfermeira explica que o álcool e o tabaco devem ser evitados por esses profissionais, além de alimentos impróprios e ricos em açúcar. “Essas condições levarão à piora do bem-estar físico e mental. Os que possuem alguma experiência em situações de crise, devem buscar utilizar medidas já testadas e aprovadas. Suas práticas de vida devem ser respeitadas, mas é preciso pensar em outras”, adverte a enfermeira.

Tecnologia - “A tecnologia é uma aliada nesses tempos de pandemia. Os pacientes também vão precisar de apoio, principalmente pelo isolamento social. É importante criar grupos entre profissionais e usuários do serviço por meio eletrônico, para que boas relações possam ajudar a manter a saúde mental dos que lidam frente a frente com as doenças e, nesse momento em especial, o coronavírus”, conclui a enfermeira.

Por: Suzy Guimarães

 

logo
Rua Dom Bosco, 96 - Cirurgia 
Aracaju-SE - CEP: 49.055-340
Telefones: 79 3214-5421 / 3044-0783
Email: contato@gazetahoje.com