Professores mantem a greve e vigília

grevesOs professores da rede estadual de Sergipe decidiram em assembleia realizada nesta quinta-feira (28), na Cotinguiba Esporte Clube, pela manutenção da greve.

Em nota divulgada pelo Síntese, o sindicato informou que foi notificado pouco antes da assembleia. A manutenção da greve é porque categoria entendeu que os projetos são muito danosos à categoria para que os educadores pudessem abrir mão da luta.

Ainda segundo o Síntese, desde o início da ocupação na terça, dia 26, que há diálogo entre o sindicato e a presidência da Assembleia Legislativa para que os projetos não tramitassem e que, consequentemente, fossem retirados.

Na última reunião nesta quinta-feira (28), onde também estava presente o deputado estadual Iran Barbosa, o deputado Luciano Bispo, presidente da ALESE, sugeriu que o sindicato apresentasse emendas ao projeto.

“Nossa luta é para que nenhum professor ou professora perca direito. Por isso estamos na rua, na vigília e no processo de negociação”, afirma Ivonete Cruz.

Decisão judicial – o desembargador Luiz Antônio Araújo Mendonça, atendendo parcialmente a Ação impetrada pelo Governo de Sergipe, decidiu pela suspensão da greve dos professores da rede estadual. O magistrado estipulou multa de R$ 10 mil para cada dia de descumprimento da decisão, a partir da notificação do Sindicato dos Trabalhadores em Educação do Estado de Sergipe (Sintese).

Assessoria

 

logo
Rua Dom Bosco, 96 - Cirurgia 
Aracaju-SE - CEP: 49.055-340
Telefones: 79 3214-5421 / 3044-0783
Email: contato@gazetahoje.com